PUBLICIDADE
Notícias

Outlet abre em outubro em Caucaia

Com um investimento de R$ 80 milhões, o OFF Outlet Fashion Fortaleza traz marcas nacionais e internacionais a preços abaixo da média do mercado

12:37 | 02/07/2014
NULL
NULL

  O OFF Outlet Fashion Fortaleza tem previsão de inauguração para outubro, em Caucaia. Ao todo terá 90 lojas. Dentre as marcas já confirmadas estão Nike, Calvin Klein, Herchcovitch Alexandre, Richards, Datelli, Ellus, Arezzo, Bobstore, Polishop, Capodart, TNG e M. Martan. O investimento total declarado é de R$ 80 milhões.

 Das 90 lojas, segundo a superintendente Heloísa Damasceno, 80% estão locadas. Destas, 20% por marcas cearenses. Na lista, Handara, Rosa Mango e Maresia. O empreendimento contará também com praça de alimentação e estacionamento. A geração estimada de empregos diretos e indiretos é de 1.200 postos de trabalho.

 A área total é de 200 mil m², com 1.300 vagas de estacionamento. O projeto arquitetônico é do escritório Kom (www.komarquitetura.com.br), de São Paulo. A Varicred Empreendimentos e Participações Ltda (www.varicred.com.br), de São Paulo, é a controladora do equipamento. Já a gestão ficará a cargo da paulista Lumine (www.lumine.com.br). 

 Heloísa afirma que a intenção é incluir o Outlet no roteiro de compras de Fortaleza, como ocorre em outras cidades. "Os descontos devem variar entre 30% e 80%". Para ela, apesar da distância pequena- a apenas 15 km do Centro - não há risco de canibalismo para as marcas que já estão em shoppings de Fortaleza.


Saiba mais
- O faturamento esperado para os três primeiros meses de funcionamento (outubro, novembro e dezembro de 2014) é de R$ 53 milhões.

- No Brasil, segundo Heloísa, há apenas seis  outlets funcionando. Em cinco anos, avalia que o número cresça para 30.

- Nos outlets, as indústrias vendem direto ao público. O desenho clássico é formado por uma área com praça de alimentação e diversas lojas agrupadas em volta. A localização é sempre fora das áreas urbanas de grandes cidades.

- Para vender mais barato, as lojas oferecem mercadorias de coleções antigas ou com qualidade inferior. Por ficarem em áreas afastadas de regiões centrais, têm custo menor com aluguel.

Redação O POVO Online

TAGS