PUBLICIDADE
Notícias

Obama cobra reformas na indústria bancária

01:50 | 03/07/2014
O presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou que a indústria bancária provavelmente necessita de mais reformas para limitar a tomada excessiva de risco.

Em entrevista ao programa de rádio Marketplace, Obama enalteceu a lei Dodd-Frank, de 2010, por exigir que os bancos mantenham um colchão de capital maior e por apertar as regras de proteção ao consumidor. No entanto, ele reconheceu que as mesas de operações dos bancos estão se tornando uma área de persistente preocupação.

Obama afirmou que a equipe econômica do governo precisa continuar a analisar como incentivar o sistema bancário a se comportar como deveria para melhorar a economia real, em vez do que ocorre com muitos bancos, os quais tomam grandes riscos em busca de lucro e bônus. Para o presidente dos EUA, esse ainda é um assunto "inacabado".

O presidente não especificou quais tipos de mudança têm em mente, e legisladores não estão ativamente trabalhando em alguma mudança regulatória para o setor. No entanto, muitas das regras da lei Dodd-Frank ainda não foram totalmente implementadas, incluindo a Volcker, que proíbe os bancos de realizarem apostas arriscadas com dinheiro próprio. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS