PUBLICIDADE
Notícias

China diz que nível de dívida externa permanece seguro

00:10 | 23/07/2014
A Administração Estatal de Câmbio Externo (SAFE, na sigla em inglês) da China reconheceu que há alguns riscos associados à acumulação de dívida, mas afirmou que o nível geral de dívida permanece seguro.

Guan Tao, diretor do departamento de balanço de pagamentos da Safe, também afirmou que a China viu alguma saída de capital no segundo trimestre deste ano, embora projete mais entrada de recursos a partir deste mês. "A economia doméstica melhorou e ajudará a aumentar a confiança do mercado. A situação comercial melhorou, e há o persistente spread nas taxas de juros", disse, para justificar a expectativa na entrada de capital externo na economia.

Em atualização a repórteres, o diretor rejeitou preocupações sobre a dívida externa e disse que a agência irá fortalecer a supervisão sobre os níveis de dívida, ainda que haja apenas risco de casos isolados.

A dívida externa se tornou uma preocupação recente para os investidores porque as empresas estão cada vez mais procurando por fundos no exterior. Entre 2008 e o fim do ano passado, a posição de investimento internacional da China quadruplicou para quase US$ 1 trilhão, sendo 78% em ativos com vencimento de curto prazo. Mesmo assim, analistas dizem que as reservas próximas de US$ 4 trilhões representam um bom colchão de segurança ao risco da dívida por enquanto.

Os dados da Safe mostram que os bancos compraram um volume líquido equivalente a 93,8 bilhões de yuans em moeda estrangeira de seus clientes em junho, contrastando com os números do PBoC, mostrando vendas de 88,3 bilhões de yuans no mês. Guan alertou que a balança de pagamentos do segundo trimestre pode mostrar um déficit no saldo em conta corrente. Fonte: Market News International.

TAGS