PUBLICIDADE
Notícias

Ata indica que BC não deve reduzir juros em setembro

09:10 | 24/07/2014
O Banco Central deixa claro na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta quinta-feira, 24, que a sua estratégia de política monetária não contempla redução da taxa de juros. O BC antecipa que a inflação se manterá resistente nos próximos trimestres, mas ressalta que a mantidas as condições monetárias tende a entrar em trajetória de convergência para a meta nos trimestres finais do horizonte de projeção do IPCA.

"Mantidas as condições monetárias - isto é, levando em conta estratégia que não contempla redução do instrumento de política monetária", afirma o BC em parágrafo que foi incorporado à ata. O texto afasta dúvidas sobre a possibilidade de o BC reduzir os juros na próxima reunião do Copom, como especulava o mercado depois da divulgação do comunicado da última reunião do colegiado.

Segundo o BC, as pressões inflacionárias ora presentes na economia tendem a arrefecer ou, até mesmo, a se esgotarem ao longo de horizonte relevante. Entre essas pressões, o BC citou os processos de realinhamentos de preços e de ganhos salariais incompatíveis com ganhos de produtividade. O BC antecipa que a inflação se manterá resistente nos próximos trimestres, mas ressalta que a mantidas as condições monetárias

"Em prazos mais curtos, some-se a isso o deslocamento do hiato do produto para o campo desinflacionário", diz o documento. Na reunião, o Copom manteve a Selic em 11% ao ano.

TAGS