PUBLICIDADE
Notícias

UE aprova linha de crédito para bancos na Bulgária

11:10 | 30/06/2014
A Comissão Europeia aprovou um pedido de emergência da Bulgária para a concessão de uma linha de crédito de 3,3 bilhões de levs (US$ 2,3 bilhões) para o setor bancário do país, após dois bancos locais registrarem um volume incomum de saques de depósitos.

Ao longo de dez dias, correntistas do Corporate Commercial Bank e do First Investiment Bank foram instigados a sacar depósitos em ataques especulativos descritos pelo Banco Central da Bulgária como "rumores e comunicados públicos maliciosos".

A comissão, braço executivo da União Europeia, disse que a medida de liquidez vai estabilizar o sistema bancário búlgaro e está em linha com as regras do bloco para ajuda a governos. Ela afirmou também estar em contato com autoridades da Bulgária para monitorar a situação.

Na última sexta-feira, alguns clientes do First Investment Bank receberam mensagens de texto ou e-mails os orientando a sacar seus depósitos, o que acabou gerando longas filas de correntistas diante das agências do banco. Segundo a comissão, a instituição financeira foi obrigada a pagar "uma quantia significativa" aos depositantes antes de fechar as portas temporariamente no começo da tarde.

Dias antes, o BC búlgaro interrompeu as operações do Corporate Commercial Bank, também conhecido como Corpbank, após uma corrida de clientes ter deixado o banco sem recursos para atender a demanda. A instituição financeira atribuiu a ocorrência a notícias negativas na mídia local.

A Bulgária, o país mais pobre da UE em renda per capita, vem enfrentando turbulências políticas nos últimos 18 meses, em meio ao descontentamento da população com o governo. O país tem eleições parlamentares programadas para 5 de outubro. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS