PUBLICIDADE
Notícias

Ucrânia e Rússia fazem progresso sobre preço do gás

16:30 | 02/06/2014
A Ucrânia e a Rússia chegaram mais perto de uma trégua na longa disputa sobre os preços do gás natural depois de concordarem com novas propostas para acabar com o impasse, afirmou Günther Oettinger, comissário da União Europeia para Energia. As duas partes concordaram em considerar um novo preço proposto para o gás natural e vão se reunir novamente em meados da próxima semana para tratar do tema.

Agora está nas mãos da estatal russa Gazprom e da estatal ucraniana Naftogaz a análise das propostas. Se as companhias chegarem a um entendimento, será o fim de uma disputa que se aprofundou depois da deposição de Viktor Yanukovich da presidência da Ucrânia, em fevereiro. Yanukovich era um aliado da Rússia.

A Gazprom acabou com descontos em 1º de abril e aumentou o preço do gás para US$ 485,50 por mil metros cúbicos, de US$ 268,50. Para a Ucrânia o novo preço é "político".

A estatal russa ameaçou usar um sistema de pré-pagamento para futuras entregas de gás se o governo ucraniano não pagar as dívidas com a empresa, de cerca de US$ 3,5 bilhões. A companhia também ameaçou interromper o fluxo de gás para a Ucrânia, que é a principal rota do gás importado pela União Europeia. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS