PUBLICIDADE
Notícias

Setor imobiliário da China perde força em maio

23:30 | 17/06/2014
Os preços no setor imobiliário da China caíram em maio pela primeira vez em dois anos, em um momento no qual as incorporadoras continuam a cortar preços por causa da fraca demanda e dos elevados estoques.

Segundo cálculos do Wall Street Journal, com base em números divulgados pela Agência Nacional de Estatísticas, o preço médio de novos imóveis em 70 cidades caiu 0,15% em maio ante abril. Essa é a primeira queda na comparação mensal desde maio de 2012. Em abril, os preços haviam subido 0,06% ante março.

Na comparação anual, o preço médio avançou 5,35% em maio, contra uma aceleração de 6,42% em abril e de 7,32% em fevereiro.

Muitos potenciais compradores tem preferido ficar às margens do mercado desde o início do ano, diante de preocupações de preços estagnados ou em queda devido ao estoque excessivo e à dificuldade em tomar empréstimos.

O preço médio em Xangai caiu 0,3% em maio sobre abril, indicando que o enfraquecimento está se espalhando para cidades maiores. Em Pequim, os preços subiram 0,2%.

As vendas de propriedades residenciais caíram 10,2% entre janeiro e maio, na comparação com o mesmo período do ano anterior, para 1,97 trilhão de yuans. Analistas esperam mais cortes de preços nos próximos meses. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS