PUBLICIDADE
Notícias

Alimentação volta a desacelerar alta do IPC-S

08:40 | 02/06/2014
O grupo Alimentação, que recuou de 0,81% na terceira leitura de maio para 0,45% na última quadrissemana do mês, foi o que mais contribuiu para a redução do Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) de maio divulgado nesta segunda-feira, 2, pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O indicador geral recuou 0,17 ponto porcentual, de 0,69% para 0,52% entre os dois períodos.

O item com as maiores influências de baixa dentro do grupo Alimentos foi hortaliças e legumes, cuja taxa passou de 0,91% para -1,42%, de uma semana para outra.

Nas outras cinco classes de despesas que registraram queda, os destaques partiram dos itens medicamentos em geral (1,97% para 1,20%), gasolina (-0,01% para -0,20%), tarifa de eletricidade residencial (3,29% para 2,84%), roupas (0,54% para 0,27%) e tarifa de telefone residencial (0,48% para -0,08%), nesta ordem, segundo a FGV.

Dentre as duas classes de despesas que registraram acréscimo em suas taxas de variação, a FGV também destacou o comportamento dos itens hotel (0,29% para 1,34%) e jogo lotérico (4,43% para 7,29%).

TAGS