PUBLICIDADE
Notícias

A opinião de quem aderiu à iniciativa

22:57 | 12/06/2014

 

Foi lançada a campanha #somostodoshumanos do Grupo de Comunicação O POVO, que terá iniciativas publicitárias e ações com setores da sociedade contra o preconceito. A partir do dia 11 de julho até 7 de setembro, 12 agências de publicidade convidadas pelo O POVO irão elaborar peças com os temas: preconceito racial, religioso, de classes sociais e orientação sexual. Já as ações com os setores da sociedade terão duração de seis meses.


Em almoço realizado na última quarta-feira na sede do O POVO, o tema de cada agência foi definido por sorteio, bem como o calendário de veiculação das peças. Cada empresa terá quatro dias para realizar suas campanhas em todas as mídias do Grupo O POVO de Comunicação.


O idealizador da iniciativa e executivo de projetos especiais do O POVO, Cliff Villar, explica que a campanha foi inspirada na polêmica com o jogador Daniel Alves, contra quem jogaram uma banana durante o jogo Barcelona contra Villarreal, em maio deste ano. Fato este que gerou a ação, na época, intitulada de “Somos todos Macacos”.


“Pegamos o gancho e elaboramos a iniciativa Somos Todos Humanos. É um movimento para provocar a sociedade, com o intuito de gerar reflexões a respeito do preconceito em seus diversos níveis”, esclarece. Cliff diz também que além de debates e atividades em escolas, a iniciativa também mexerá com o comércio, a moda, Organizações Não Governamentais (ONGs). “Cada segmento vai elaborar sua própria pauta. Mas adianto que teremos até um passeio ciclístico”.

Publicidades


A diretora de Marketing do Grupo de Comunicação O POVO, Valéria Xavier, ressalta que a ação vai alcançar boa parte dos cearenses. “O projeto vai envolver todos os veículos do Grupo assim como a Fundação Demócrito Rocha. Todas as mídias juntas alcançam 84% da população”.


Ficou a cargo da agência “Estalo!” a criação da marca e da identidade visual da iniciativa. “Tentamos, ao máximo, humanizá-la, a deixando mais pessoal e próxima da ideia do projeto. A marca é a própria hashtag, a fim de induzir que o público participe e compartilhe e as agências participantes terão liberdade para trabalhar”, explica Márcio Acioli da Estalo!.


Cliff acrescenta que a iniciativa é inédita no Ceará, com a integração de 12 agências, numa campanha de grande abrangência, desenvolvendo ações e convocando as pessoas contra todo tipo de preconceito. “Todas as nossas diferenças, na verdade, são a nossa maior riqueza. Nós estamos fazendo um movimento que vai gerar várias ondas”, complementa. 

 

"É algo inédito. Nesses 19 anos de Advance, nunca vi nada parecido nem no Ceará nem no Brasil. Algo que vai integrar as agências por uma causa. Principalmente neste momento, em que a sociedade cobra o fim da discriminação. O POVO está de parabéns”.

Evandro Colares, da Advance Comunicação

A iniciativa é fantástica. É a primeira vez em que vejo a soma de agências, com diferentes perfis e linhas de criação, em prol de um mesmo objetivo. O desafio é interessante e vai mexer com o mercado, além de ter o espaço nas mídias para mostrar os trabalhos”.
Bob Santos, da SG Propag

Parabenizo O POVO pela iniciativa. Nunca tinha visto iniciativa semelhante. Além de prestigiar os parceiros, ainda colabora com uma causa nobre. Diria que é um recorde por ter o maior número de agências envolvido numa campanha”.
Duda Brígido, da EBM Quintto.

O POVO tem em seu DNA, a tradição de levantar bandeiras de temas que mexam com a sociedade e a faz refletir. É louvável o fato de convidar parceiros como nós, as agências, que também criamos, que incentivamos a reflexão. E nós vamos abrir o jogo ao sermos a primeira agência a veicular as peças”.
Paulo Fraga, da Íntegra
Comunicação

Primeiro fiquei feliz em a Flex fazer parte das 12 agências que vão encampar o projeto. É fundamental este estreitamento e este foco no relacionamento entre o Grupo e as agências. Espero que seja o primeiro de muitos encontros e iniciativas deste tipo”.
André Nogueira, da Flex
Comunicação

Antes de tudo é um privilégio estar neste time de agências, que vai participar do #somostodoshumanos. Achei a iniciativa genial e vai começar
com o público certo, as agências que gostam de fazer barulho a abraçar causas. Fenomenal!”.
Ivina Limaverde, da Blume
Comunicação

Acho a iniciativa fantástica. Ela mostra, mais uma vez, que, além de vender produtos e serviços e construir marcas e conceitos, os profissionais de comunicação têm o dever de construir um lugar melhor para vivermos e convivermos”
Edison Martins, da MartPet

Uma importante iniciativa que faz com que as principais agências do mercado desenvolvam provavelmente a maior campanha publicitária de todos os tempos realizada no Ceará: 12 agências com objetivo de conscientizar a população”.
André Mota, da Bolero Comunicação

Além do mérito de abraçar causa tão nobre, o diferencial da iniciativa do
O POVO foi encontrar um formato inovador para abordar temas de utilidade pública: uma ação reunindo um expressivo número de agências e colocando-as a serviço da sociedade”.
Sérgio Fiuza, da Slogan Propaganda

É um projeto inovador, único, que vai unir a sociedade em torno de um assunto importante, que tem forte presença no dia a dia das pessoas. Para nós, criativos, ajudar a trazer o tema para debate é uma grande oportunidade de combater esse mal que é a discriminação”.
Miguel Saboya, da Ponto Inicial Comunicação

Iniciativa importante, com solução de comunicação ousada. O tema aborda um problema grave que precisa ser enfrentado. Parabéns ao Grupo de Comunicação O POVO por reunir agências para desenvolver uma campanha de grande
alcance social”.
Tom Barbosa, da RegisterPublicidade

São justamente as diferenças que tornam cada indivíduo único. Porém, não podemos esquecer uma coisa que nos torna iguais: somos todos humanos. A iniciativa do O POVO reforça o seu compromisso com a sociedade”.
Chico Gualbernei, da Verve Comunicação

Beatriz Cavalcante

TAGS