PUBLICIDADE
Notícias

Nova proposta pode encerrar greve em polo naval do RS

19:00 | 27/05/2014
Os trabalhadores do Polo Naval de Rio Grande (RS), em greve há dois dias, votarão em assembleia nesta quarta-feira, 28, às 7h, nova proposta de reajuste salarial da categoria, negociada nesta terça. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Metalúrgicas e de Material Elétrico de Rio Grande e de São José do Norte, Benito de Oliveira Gonçalves, foi ao Rio de Janeiro se reunir com representantes da indústria naval e disse que saiu "satisfeito" com o resultado.

As empresas concordaram em passar de 9,3% para 9,5% o índice de aumento de salários, como pediam os trabalhadores gaúchos. A nova proposta também prevê vale-refeição de R$ 340, valor que está "dentro do que os operários queriam", segundo Gonçalves.

No início desta manhã, centenas de trabalhadores do Polo Naval chegaram a bloquear a BR-192 na altura de Rio Grande, em dois trechos diferentes, para protestar por melhores condições salariais. O presidente do sindicato acredita que possa haver acordo na assembleia de amanhã, resultando no fim da greve que foi convocada ontem por tempo indeterminado. "Vai depender da reação dos trabalhadores, mas acho que sim", afirmou.

Gonçalves estima que 90% dos 14 mil operários do segmento que atuam no Polo Naval de Rio Grande aderiram à paralisação. De acordo com ele, cada dia de greve causa um prejuízo de R$ 3 milhões. O maior prejudicado é o Estaleiro Rio Grande, da Ecovix, que está construindo oito cascos de navios para uso nos campos petrolíferos do pré-sal da bacia de Santos.

TAGS