PUBLICIDADE
Notícias

Centrais sindicais fazem marcha no centro de São Paulo

11:00 | 09/04/2014
As seis principais centrais sindicais do País realizam nesta quarta-feira, 9, a 8ª Marcha da Classe Trabalhadora, na Praça da Sé, centro de São Paulo. O objetivo do ato é chamar atenção para a pauta trabalhista, que inclui, entre outras reivindicações, a redução da jornada de trabalho para 40 horas sem redução de salário, manutenção da política de valorização do salário mínimo e fim do fator previdenciário.

Segundo a Polícia Militar, pouco mais de 6 mil pessoas participam do ato no centro da capital. A expectativa das centrais é reunir até 50 mil manifestantes até o fim do ato, que deve ser encerrado por volta do meio dia. Participam da marcha a Central Única dos Trabalhadores, a União Geral dos Trabalhadores, a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil, a Força Sindical, a Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil e a Nova Central Sindical de Trabalhadores.

Entre as placas e faixas levantadas pelos trabalhadores, muitas criticam o atual governo e algumas fazem referência ao episódio da compra da refinaria da Pasadena pela Petrobras, com escritos como "PassaDilma!".

A ideia dos sindicalistas é sair em passeata até a Avenida Paulista, num trajeto de cerca de 4 quilômetros. O ato já complica o transito na região central nesta manhã. De acordo com a organização da marcha, para minimizar o impacto para a população, o trajeto e o ato foram comunicados com antecedência à Prefeitura, ao governo estadual e a autoridades competentes.

TAGS