PUBLICIDADE
Notícias

Atacado fatura R$ 197,3 bilhões em 2013, segundo a Abad

11:25 | 28/04/2014
O segmento atacadista e distribuidor faturou R$ 197,3 bilhões em 2013, valor que representa uma alta real de 4,4% em relação ao ano anterior, deflacionado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Em termos nominais, a expansão foi de 10,6%. Os números, divulgados nesta segunda-feira, 28, são da Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados (Abad) e fazem parte do Ranking Abad/Nielsen 2014 (base 2013), que contou com 488 empresas participantes, total que representa mais de um terço do setor.

A Associação destacou que a alta apresentada na comparação anual, de 4,4%, ficou 2,1 pontos porcentuais acima do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do País em 2013. De acordo com a Abad, o bom resultado observado no último ano reflete um cenário em que a disposição para o consumo de bens não duráveis ainda supera a cautela do consumidor, "que está preocupado com o endividamento, com a inflação e com as incertezas do cenário macroeconômico", afirma em nota.

Ainda segundo a associação, o mercado de varejo alimentar brasileiro gerou uma receita de R$ 379,4 bilhões no ano passado e, com o resultado, o segmento atacadista e distribuidor respondeu por 52% da movimentação dos itens de consumo básico das famílias.

Em 2012, o segmento atacadista distribuidor cresceu 2,5% (8,5% nominais) sobre 2011 e atingiu faturamento de R$ 178,5 bilhões, equivalentes a 51,9% de um mercado de consumo que, naquele ano, apresentou uma receita de R$ 344,1 bilhões.

O crescimento apresentado pelo segmento em 2013 ficou dentro das estimativas da associação. Durante divulgação do ranking de 2013 (base 2012), a Abad havia estimado uma alta real de até 5% para as empresas atacadistas e de distribuição.

Para 2014, a expectativa da Abad é de que o segmento cresça, em termos reais, 3,5% ante 2013. A maioria das empresas consultadas pelo ranking apostou numa expansão em faturamento, rentabilidade e volume.

TAGS