PUBLICIDADE
Notícias

Aeroporto de Fortaleza será o único com terminal provisório durante a Copa

Segundo o ministro de Aviação Civil, um plano alternativo no aeroporto foi executado porque as obras previstas para o Mundial não foram concluídas

18:05 | 15/04/2014
O Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, será o único do País com estrutura provisória de terminal durante a Copa do Mundo, que começa no dia 12 de junho. Segundo o ministro de Aviação Civil, Moreira Franco, foi feito um plano alternativo no aeroporto, porque as obras previstas para o Mundial não foram concluídas.

"Tomamos a decisão de ter um plano alternativo para lá, pela gravidade do problema", disse o ministro, ao informar que a estrutura provisória permanecerá até o fim da reunião do Brics, grupo formado pelo Brasil, a Rússia, a Índia, a China e a África do Sul, que ocorrerá logo depois da Copa.

[SAIBAMAIS 1]Moreira Franco informou que a Infraero tomará as medidas necessárias para o cumprimento do contrato de construção do aeroporto. "Temos que começar a viver um ambiente em que os contratos sejam efetivamente respeitados", disse o ministro.

De acordo com o ministro, os demais aeroportos que atenderão à Copa não precisarão de estruturas provisórias. No aeroporto de Brasília, o Pier Sul será inaugurado na quarta-feira, 16, e o Pier Norte, em maio. Nos aeroportos paulistas de Guarulhos e Viracopos, a previsão de inauguração é para o próximo mês.

Plano de Operação da Copa

A Secretaria de Aviação Civil apresentou nesta terça-feira, 15, o Plano de Operação da Copa do Mundo, que prevê ações para evitar problemas nos aeroportos durante o evento. O plano, produzido pela Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero), vai do dia 6 de junho a 20 de julho e vai abranger 90 aeroportos, sendo 29 de maior movimento, 16 bases aéreas e 45 aeroportos monitorados.

Os aeroportos das cidades-sede terão aumento de 209% no número de funcionários de todos os órgãos públicos durante a Copa. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), entre os dias 6 de junho e 16 de julho, foram oferecidos 11,5 milhões de assentos.

Desse total, 12% das passagens já foram vendidas, o que representa movimentação 10% maior do que no mesmo período do ano passado.

Foram organizados fluxos específicos para cada tipo de usuários durante a Copa: organizadores, delegações, autoridades, mídia, árbitros e expectadores.

As seleções de futebol que participarão do evento e as autoridades vão percorrer áreas restritas ao restante do público, para evitar tumulto e garantir tranquilidade no deslocamento de turistas e cidadãos brasileiros no período.

Puxadinho
Sobre o puxadinho, terminal provisório para a Copa do Mundo, a Infraero informou que as obras começaram no início de abril, com término previsto para o final do mês. A estrutura funcionará por 90 dias, próximo ao terminal de cargas, e foi licitada por R$ 1,79 milhão. A previsão é que comece a operar em 2 de maio. A instalação do equipamento está sob responsabilidade da cearense Stand Show.

O "puxadinho" foi a solução encontrada para suprir a demanda de passageiros durante a Copa do Mundo, devido ao atraso nas obras de ampliação do terminal de passageiros.

Além do terminal temporário, a sala de embarque do Aeroporto Pinto Martins foi ampliada em 1.350 m², recebendo mais três portões de embarque que, juntos, têm capacidade para 750 passageiros por hora. A Infraero informa que novos portões devem operar em fase de testes em maio, mas que ainda não há data prevista para o funcionamento definitivo.

Com informações da Agência Brasil

TAGS