Participamos do

Tendências projeta IPCA-15 de 0,75% para março

10:50 | Mar. 21, 2014
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
Com a elevação de 0,73% do IPCA-15 de março, acima da projeção da Tendências de 0,70%, a consultoria deverá elevar sua estimativa para o IPCA fechado deste mês, de 0,70% para um número próximo a 0,75%, segundo informou Alessandra Ribeiro, economista e sócia da empresa. Um dos fatores que chamaram sua atenção foi a elevação do grupo Transportes, que avançou 1,22%, marca superior à estimativa de 0,72%, puxado especialmente por um incremento de 27% nas passagens aéreas. "A inflação alta colocou um gato no telhado para a elevação do IPCA em abril", disse, ressaltando que a avaliação da consultoria é que o aperto monetário adotado pelo BC em abril de 2013 foi encerrado em fevereiro deste ano.

De acordo com Alessandra, já são nítidos os efeitos da seca de verão sobre os preços de alimentos no domicílio dentro do IPCA, pois subiram 0,22% no índice cheio de fevereiro e aumentam 1,13% no IPCA-15 de março. Um outro elemento que mereceu destaque foi a alimentação fora do domicílio, que subiu 1,08%. "Isto é uma indicação de que a demanda mostra vigor, pois é um serviço. O nível de atividade está avançando um pouco mais acima do que muitos esperavam, inclusive nós", ponderou.

Segundo a economista da Tendências, a média dos núcleos desacelerou de 0,67% no IPCA fechado de fevereiro para 0,50% no IPCA -15 de março. Contudo, ela ressaltou que o índice de difusão continua alto e subiu, pois passou de 64,1% para 66,9%, levando em consideração esses dois indicadores. "Mesmo quando é excluída a Alimentação, esse mesmo índice apresenta um aumento de 68,5% para 69,9%, o que mostra que está bem disseminado o aumento de preços na economia", destacou.

Na avaliação de Alessandra, os efeitos cumulativos e defasados do aumento de juros iniciado em abril pelo BC, que subiu a Selic de 7,25% para 10,75%, mais o câmbio bem comportado e certa acomodação da inflação nos próximos meses, dão a certeza a ela de que o BC não elevará os juros em maio. Ela estima que o IPCA em abril deve subir 0,52% e avançar 0,42% em maio. A Tendências projeta um incremento de 6% da inflação, com elevação de 1,9% do PIB.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente