PUBLICIDADE
Notícias

Opus: dúvidas sobre setor elétrico persistem no mercado

14:20 | 20/03/2014
O economista-chefe da Opus Gestão de Recursos, José Marcio Camargo, disse nesta quinta-feira, 20, que existem "provavelmente" dentro do governo dúvidas em relação ao setor elétrico do País. Camargo foi o único participante da reunião de economistas com os secretários do Tesouro, Arno Augustin, e de Política Econômica, Marcio Holland, sobre as medidas de socorro às distribuidoras que falou com a imprensa após o encontro.

Apesar de admitir que continua com dúvidas, o economista avaliou que a reunião foi muito produtiva para clarear o entendimento sobre as medidas para o setor anunciadas na semana passada pelo governo. "Não tinha nenhuma expectativa de que sairia sem dúvidas. Não só saio com dúvidas como também existem dúvidas provavelmente dentro do governo", afirmou. Ele disse que o setor é muito difícil, complexo, e que a principal dúvida é saber se o problema de energia é estrutural no País. Ele disse ainda que existe uma tentativa do governo de deixar mais claras as medidas, o que é positivo.

Camargo disse também que, na reunião com os economistas, o assunto inflação não foi comentado. "Essa palavra não foi falada na reunião", afirmou. Segundo ele, o governo não apresentou número sobre o impacto do aumento do custo da energia nas tarifas a partir de 2015. O secretário Arno Augustin, no entanto, destacou que a partir do ano que vem vão entrar 5.000 MW com custo mais barato, decorrentes das concessões que serão renovadas. Mesmo assim, disse Camargo, há dúvidas sobre esse cenário. "Clareou o conjunto de medidas, mas isso não quer dizer que o pessoal concordou ou não com elas", disse o economista. Ele comentou que há dúvidas também sobre o leilão de energia marcado para abril. A reunião durou mais de duas horas.

TAGS