PUBLICIDADE
Notícias

INA com ajuste fica estável em fevereiro, afirma Fiesp

15:10 | 27/03/2014
O Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria paulista ficou estável em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal, informou na tarde desta quinta-feira, 27, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Na mesma base de comparação, na série sem ajuste sazonal, o indicador subiu 5,1%. Além disso, o INA teve queda de 2,8% na comparação de fevereiro de 2014 com o mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, o INA caiu 5,3% e no acumulado em 12 meses até fevereiro, o indicador ficou em 0,4%. A Fiesp também revisou o INA de janeiro - de alta de 2,2% para um acréscimo de 2,3%, na série com ajuste sazonal. Na série sem ajuste, o INA de janeiro foi revisado de alta de 2,2% para expansão 2%.

Já o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) ficou em 81,3% em fevereiro na comparação com janeiro (81,2%), na série com ajuste sazonal. Em fevereiro de 2013, o nível de utilização era de 82,3%. Na série sem ajuste sazonal, o Nuci de fevereiro ficou em 80,1% ante 79,1% em janeiro. Em fevereiro de 2013, o Nuci ficou em 80,4%

A entidade também divulgou a confiança dos empresários industriais paulistas, que ficou em 51,9 pontos na pesquisa Sensor de março de 2014, ante 51,4 pontos na sondagem de fevereiro. O indicador busca obter informações da atividade da indústria de transformação durante o mês corrente da coleta de dados.

De acordo com a Fiesp, dos cinco itens que compõem o Sensor, um apresentou alta em relação à sondagem anterior, dois caíram e dois se mantiveram estáveis. A alta foi registrada em Vendas (de 51,5 pontos em fevereiro para 55,3 pontos em março). Recuaram os itens Estoque (de 46,4 pontos para 48,6 pontos, sinalizando sobre-estocagem) e Emprego (de 50 pontos para 46,6 pontos). Ficaram estáveis os itens: Mercado (54,4 pontos) e Investimento (54,7 pontos).

TAGS