PUBLICIDADE
Notícias

Sudeste tem em janeiro dívida líquida de 106% da receita

16:10 | 28/02/2014
A Região Sudeste encerrou janeiro com dívida líquida de R$ 430,715 bilhões, equivalentes a 106% de sua receita corrente líquida, segundo dados divulgados nesta sexta-feira, 28, pelo Banco Central. O superávit primário da região acumulado em 12 meses até janeiro ficou em R$ 11,934 bilhões, enquanto o déficit nominal no período ficou em R$ 32,867 bilhões. A dívida líquida do Estado de São Paulo ficou em R$ 265,405 bilhões, ou 114% de sua receita. O superávit paulista em 12 meses até janeiro ficou em R$ 11,180 bilhões. O déficit nominal no período ficou em R$ 16,467 bilhões.

A Região Sul apresentou dívida líquida de R$ 77,278 bilhões no fim do mês passado, o equivalente a 68,3% da receita corrente líquida. Juntos, os Estados do sul registraram superávit primário de R$ 3,956 bilhões nos 12 meses encerrados em janeiro e um déficit nominal de R$ 3,951 bilhões no período.

Em janeiro, a dívida líquida do Nordeste ficou em R$ 37,933 bilhões, ou 24,9% da sua receita corrente líquida. O superávit primário em 12 meses até janeiro, ficou em R$ 2,121 bilhões, enquanto o déficit nominal foi de 1,287 bilhão.

O Centro-Oeste terminou o mês de janeiro com uma dívida líquida de R$ 26,293 bilhões, o equivalente a 40% de sua receita corrente líquida. O superávit primário da região em 12 meses até janeiro ficou em R$ 1,705 bilhão e o déficit nominal para o período é R$ 856 milhões.

Por fim, a Região Norte registrou dívida líquida de R$ 6,326 bilhões em janeiro, ou 10,2% de sua receita corrente líquida. O superávit primário da região é de R$ 599 milhões em 12 meses até janeiro e o déficit nominal é de R$ 283 milhões.

As informações regionais divulgadas pelo Banco central englobam os resultados do governo estadual, da capital e dos principais municípios de cada Estado. Esses dados, que são preliminares, passaram a ser divulgados mensalmente a partir da nota referente ao mês de janeiro, publicado nesta sexta.

TAGS