PUBLICIDADE
Notícias

Receita de telefonia deve cair 2,4% em 2014, prevê IDC

09:50 | 05/02/2014
A receita oriunda dos serviços de telefonia fixa devem cair em 2014, na contramão das outras fontes de faturamento das operadoras. De acordo com pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 5, pela consultoria IDC, o setor de serviços de voz fixa (telefones de mesa) deve ter queda de 2,4%. Já o faturamento com serviços de dados fixos (internet para computadores, principalmente) deve crescer 9,7%.

"Voz fixa não é mais um produto a se focar. A tendência é de queda, sem fatores que levem a crer numa inflexão. A preferência dos consumidores é pela comunicação móvel", afirmou João Paulo Bruder, coordenador da área de Telecom da consultoria IDC. Em paralelo, a pesquisa mostrou que os serviços destinados a dispositivos móveis, como tablets e smartphones, tendem a apresentar um crescimento de mais fôlego. A consultoria estima alta de 11,4% no setor de voz móvel e de 21% no setor de dados móveis.

O desempenho do setor móvel será impulsionado pela ampliação da cobertura da rede 4G, que começou a se espalhar pelo País em 2013 e entrará em operação comercial plena apenas neste ano, com perspectiva de 3 milhões de assinantes até o fim de 2014, segundo a pesquisa. A consultoria também estima expansão de 13% do setor de data center das operadoras brasileiras.

"Isso faz com que as operadoras vendam mais serviços ligados à terceira plataforma", disse, referindo-se aos segmentos de big data (armazenagem de grandes dados), nuvem (armazenagem e partilha de dados online), mobilidade e social business. "Os dados são peça central nas ofertas de serviços das operadoras", acrescentou Bruder.

TAGS