PUBLICIDADE
Notícias

Funcionários permanecem em barcos próximos da plataforma

17:30 | 28/02/2014
Diferentemente da informação obtida pelo Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF) no início da tarde, os 77 trabalhadores da Petrobras retirados da plataforma de perfuração SS-53 após um incidente na madrugada desta sexta-feira, 28, seguem nas cercanias da embarcação, fundeada na Bacia de Campos. Mais cedo, o Sindipetro-NF fora informado pela Petrobras que um rebocador iniciara a viagem de retorno com os trabalhadores.

"A informação que o setor de embarcações da Petrobras passou agora é que o barco está lá perto da SS-53", disse ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, Marcelo Abrahão, diretor do Sindipetro-NF. "Queremos confirmar essa informação, porque tem algo estranho", completou o sindicalista, criticando a falta de informações passadas tanto pela Petrobras quanto pela Noble - multinacional inglesa dona da plataforma de perfuração.

Segundo Abrahão, os funcionários desceram da plataforma com o intuito de voltar à terra. "Não sabemos se estão mantendo os trabalhadores por lá para voltarem à plataforma. Eles passaram por um momento traumático. O incidente foi de madrugada. O certo seria eles desembarcarem e, se for o caso, voltar com outra equipe à plataforma", afirmou Abrahão.

A plataforma de perfuração chegou a registrar um inclinação após o incidente, por volta de 1h, segundo a Noble, dona da SS-53. Por volta de 6h30 a plataforma foi estabilizada e não há riscos de afundar, nem de poluir o ambiente. A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) interditou a SS-53 e as causas do incidentes estão sendo investigadas.

TAGS