Participamos do

Dieese: cesta básica encarece em 9 capitais em janeiro

11:00 | Fev. 06, 2014
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
Enquanto nove capitais apresentaram elevação nos preços da cesta básica em janeiro em relação ao mês anterior, outras nove registraram queda, de acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica, divulgada nesta quinta-feira pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Brasília e Manaus foram as capitais que registraram a maior alta no preço do conjunto de itens básicos, com elevação de 5,49% e 5,04%, respectivamente. Além disso, tiveram alta em janeiro Recife (2,21%), João Pessoa (2,07%), Vitória (1,79%), Florianópolis (0,87%), Fortaleza (0,41%), Salvador (0,28%) e Belém (0,02%).

Já as quedas mais expressivas foram registradas em Campo Grande (-4,19%), Porto Alegre (-2,47%) e Curitiba (-2,41%). Também apresentaram queda no primeiro mês do ano Rio de Janeiro (-1,58%), Belo Horizonte (-1,47%), Natal (-1,25%), Aracaju (-1,19%), São Paulo (-1,15%) e Goiânia (-0,30).

Em janeiro, o maior custo da cesta foi registrado em Vitória (R$ 327,13), seguido de São Paulo (R$ 323,47), Manaus (R$ 323,22) e Florianópolis (R$ 322,12). Já os menores valores médios foram observados em Aracaju (R$ 214,19), João Pessoa (R$ 264,17) e Salvador (R$ 265,86).

No acumulado nos últimos 12 meses - de fevereiro de 2013 a janeiro deste ano -, 14 capitais registram aumento no preço da cesta básica, com destaque para Recife (9,06%), Manaus (7,12%) e Fortaleza (6,30%). No período, os locais que tiveram queda nos preços foram Aracaju (-7,60%), Goiânia (-4,90%), Salvador (-0,67%) e Brasília (-0,49%).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente