PUBLICIDADE
Notícias

Confiança do consumidor recua 4,5% em fevereiro, diz CNI

12:00 | 28/02/2014
O consumidor brasileiro se mostrou menos otimista em fevereiro, de acordo com o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec), divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), nesta sexta-feira, 28. Em fevereiro, o Inec caiu 4,5% em relação a janeiro, atingindo 108,8 pontos, menor valor desde junho de 2009.

Foi a maior queda mensal na série histórica do índice, refletindo uma reversão das perspectivas do consumidor para os próximos meses. Na comparação com fevereiro de 2013, o indicador caiu 4,2%. Todos os seis componentes do índice pioraram em relação ao mês anterior e ante fevereiro de 2013: inflação, desemprego, renda pessoal, situação financeira, endividamento e compras de bens de maior valor.

As expectativas do consumidor em relação ao desemprego foram as que mais pioraram, com recuo de 11%, refletindo o aumento das pessoas que esperam que o desemprego vai aumentar nos próximos meses. Em relação à inflação, as expectativas caíram 4%, e foi a terceira queda consecutiva, demonstrando a crescente preocupação dos consumidores com a evolução futura dos preços.

Em relação à renda pessoal, a queda foi de 3,6%; situação financeira, -3,4%; endividamento, -3,2%; e compras de bem de maior valor, -3%. O Inec é realizado em parceria com o Ibope Inteligência. Neste mês, 2.002 pessoas foram entrevistadas entre os dias 13 e 17 de fevereiro em todo o País.

TAGS