PUBLICIDADE
Notícias

Cinto de três pontos e isofix devem se tornar itens obrigatórios

Anfavea propõe ao governo adição de dispositivos visando aumentar a segurança dos veículos vendidos no Brasil

11:04 | 13/02/2014
NULL
NULL
A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) solicitou ao governo uma lista de itens a serem incluídos nos veículos pelas empresas fabricantes. O objetivo é aumentar a segurança dos carros comercializados no Brasil. 
 
Entre as solitações estão a obrigatoriedade do cinto de segurança de três pontos para todos os ocupantes e o sistema de fixação Isofix para cadeirinhas infantis.
 
De acordo com o site Automotive Business, Luiz Moan, presidente da associação, afirmou  que o projeto acredita na importância de a indústria brasileira oferecer novas regulamentações de segurança e até de proteção ambiental.
 
Outro item solicitado foi o uso de encostos de cabeça para todos os ocupantes dos veículos.  Ainda não há prazo definido para que os itens se tornem obrigatórios, mas a Anfavea  acredita que levará entre três e quatro anos.
 
Em Janeiro deste ano, o Inmetro inicicou o processo de regulamentação do Isofix. O órgão publicou no Diário Oficial da União os requisitos mínimos de segurança para o uso do equipamento. A norma vai servir de parâmetro para a fabricação de novas cadeirinhas e deverá entrar em vigor até 2015. 
Redação O POVO Online 

TAGS