PUBLICIDADE
Notícias

Calor eleva preços de legumes e frutas em Sorocaba

19:50 | 10/02/2014
As perdas causadas pelo calor excessivo e a falta de chuva fizeram subir os preços de verduras, legumes e algumas frutas nos entrepostos de comercialização de Sorocaba (SP). Um dos mais afetados, o pimentão verde triplicou de preço em um mês. A caixa de com 6,5 kg que no início de janeiro custava R$ 10, nesta segunda-feira, 10, era vendida a R$ 30 na unidade da Ceagesp de Sorocaba.

Entre as verduras mais consumidas, a caixa de alface crespa subiu de R$ 25 para R$ 37. O agricultor Eugênio Lara, de Araçoiaba da Serra, disse que o sol forte causou perdas de até 70% na produção. "Não adianta regar, a planta murcha e queima."

Com a escassez, o preço disparou. Produtos cultivados em estufa não escapam do calor excessivo. O pé de alface americana, que era vendido a R$ 1,50 no final de dezembro, passou a custar R$ 3 e quase não é encontrado. "Mesmo na estufa, as folhas sentem e a planta não se desenvolve bem", disse o produtor Erasmo Leiva, de Votorantim. O preço da laranja de mesa também subiu. No atacado, a caixa de 40 kg subiu de R$ 9,30 para R$ 19,50 em um mês.

Nos supermercados, o preço médio do quilo da fruta passou de R$ 0,99 para R$ 1,99. De acordo com o produtor, Germano Castro, de Pilar do Sul, com o calor e a falta de chuvas a laranja fica murcha ainda no pé. O preço da banana nanica estava a R$ 1,50 o quilo no atacado, alta de 40% em um mês. Os produtores do Vale do Ribeira, principal região produtora, são obrigados a manter o fruto em ambiente climatizado por causa do calor, elevando o custo.

TAGS