PUBLICIDADE
Notícias

Besi: aumento sazonal do desemprego vem mais lentamente

09:50 | 20/02/2014
O aumento sazonal do desemprego esperado para o início deste ano ocorre mais lentamente do que se esperava, afirmou o economista-sênior do Besi Brasil, Flávio Serrano. "Essa é mais uma confirmação de que o mercado de trabalho está apertado", disse.

A queda na População Economicamente Ativa (PEA) em janeiro, de 0,5% em relação a dezembro e de 0,9% na comparação com janeiro de 2013, ajudou a compor o resultado do mês passado, na avaliação de Serrano. "São flutuações normais, mas o resultado confirma também que há uma mudança na PEA."

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a desocupação ficou em 4,8% em janeiro, a menor taxa para o mês em toda a série histórica, iniciada em março de 2002. A estimativa do Besi apontava uma taxa de 5%.

Para os próximos meses, Serrano espera que a taxa de desemprego continue em elevação, ainda que essas altas não sejam suficientes para mudar o cenário de estabilidade no mercado de trabalho. "No primeiro semestre, não vejo nenhuma alteração significativa", disse.

A mudança na tendência se dará mais próxima do fim do ano, na avaliação do economista, quando o desemprego se posicionará em um patamar mais alto. )

TAGS