Participamos do

Inflação britânica sobe 2,0% em dezembro ante dez/2012

07:40 | Jan. 14, 2014
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
A taxa anual de inflação no Reino Unido caiu em dezembro para o nível mais baixo em mais de quatro anos, um resultado que deve reforçar o compromisso do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) de manter as taxas de juros baixas para estimular a recuperação.

O Escritório de Estatísticas Nacionais informou nesta terça-feira que o índice de preços ao consumidor no Reino Unido desacelerou para a meta do banco central de 2% em dezembro, ante o mesmo mês do ano anterior, de uma alta de 2,1% em novembro. O resultado de dezembro marcou a menor taxa desde novembro 2009.

O ONS disse que a desaceleração na inflação foi impulsionada por um aumento menor do que um ano antes dos preços dos alimentos e bebidas, o que ajudou a compensar ganhos maiores nos preços de gás doméstico e eletricidade.

Economistas esperavam que a inflação anual subisse para 2,2% em dezembro, após elevação de preços em contas de energia doméstica anunciada pelos principais fornecedores no final de 2013. O CPI do Reino Unido subiu 0,4% em dezembro ante novembro, em comparação com uma previsão de alta de 0,6%.

A desaceleração deve reforçar o compromisso do BoE de manter os custos de financiamento baixos para famílias e empresas para apoiar um fortalecimento da recuperação.

Autoridades lideradas pelo presidente do BoE, Mark Carney, se comprometeram a manter a taxa básica de juros do Reino Unido em uma mínima de 0,5% enquanto a inflação ficar próxima da meta do banco central de 2%. Autoridades disseram que eles desejam ver uma queda na taxa de desemprego para 7% antes que eles considerem um aperto da política. A taxa de desemprego ficou em 7,4% em outubro. Fonte: Dow Jones Newswires.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente