PUBLICIDADE
Notícias

Indústria de SP cresce acima da média, apura IBGE

17:52 | 07/06/2013
A indústria paulista foi destaque no crescimento da produção industrial no País em abril. O avanço registrado em São Paulo ante abril de 2012 foi de 10,7%, acima da média de 8,4% para o País. No acumulado de janeiro a abril, a produção industrial de São Paulo cresceu 3,0%, ante alta de 1,6% no Brasil, como mostrou a Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física - Regional, divulgada nesta sexta-feira, 7, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em relatório, o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) destacou que a indústria paulista está puxando a nacional. "A consistência do movimento ascendente da indústria brasileira vem mais dos resultados positivos da produção industrial de São Paulo, não somente devido ao seu ritmo de crescimento, mas também pelo seu aspecto mais geral - um bom número de ramos da indústria paulista tem apresentado crescimento da produção", diz o documento.

Em São Paulo, a alta da produção foi puxada pelos setores de veículos automotores, farmacêutico e de alimentos. Na passagem de março para abril, porém, a indústria paulista cresceu 1,0%, abaixo da média nacional de 1,8%.

Fernando Abritta, economista da Coordenação de Indústria do IBGE, ressaltou que a elevação da produção foi disseminada geograficamente. Segundo a pesquisa regional, houve avanço em nove dos 14 locais pesquisados pelo IBGE na passagem de março para abril.

Ainda assim, Abritta recomenda cautela ao analisar a retomada da indústria para o ano como um todo. "É bom aguardar o fim do semestre para vermos melhor a recuperação", afirmou o economista do IBGE.

O crescimento nas comparações de abril deste ano com igual mês do ano passado foi mais acelerado por causa do calendário, observou Abritta. Segundo o IBGE, abril deste ano teve 22 dias úteis, contra 20 há um ano.

Na ponta negativa, a queda na produção de minério de ferro puxou para baixo a indústria do Pará. A produção industrial paraense em abril recuou 1,4% ante março e 16,2% em relação a abril de 2012. No Espírito Santo, a indústria siderúrgica foi a vilã. Por lá, a produção industrial caiu 8,0% em relação a abril do ano passado, mas demonstrou recuperação frente a março, com alta de 0,7%.

TAGS