PUBLICIDADE
Notícias

Novo Mercedes S terá 4 versões

A fabricante anunciou que o carro é o primeiro a dispensar totalmente o uso de lâmpadas, adotando apenas LEDs interna e externamente

10:07 | 17/05/2013
NULL
NULL

Nesta quinta-feira, 16, a Mercedes-Benz anunciou que seu novo carro o Mercedes-Benz S será vendido em quatro versões.

A fabricante anunciou que o carro é o primeiro a dispensar totalmente o uso de lâmpadas, adotando apenas LEDs interna e externamente. Os preços não foram divulgados nem a data de lançamento no exterior.

[FOTO2] 

 

 

 

 

 

De acordo com o site autoesporte, o Classe S será vendido em quatro versões: uma a gasolina, duas híbridas (um motor a combustão e outro elétrico) e uma a diesel. A S500, a gasolina, conta com motor de 4.6 litros, chega a 455 hp de potência a a 5.250 rpm. O diesel S350 BlueTec é um bloco de 3.0 l que desenvolve até 258 hp a 3.600 rpm.

Versões híbridas

As versões híbridas são uma a gasolina e outra a diesel. A primeira, S400 Hybrid, conta com motor de 3.5 l a combustão combinado a um elétrico. A potência dos dois chega a 245 kW a a 6.500 rpm.

A S350 BlueTEC Hybrid utiliza um bloco 2.0 e o motor elétrico para alcançar 170 kW a 4.200 rpm. A velocidade máxima de todas as versões é de 250 km/h, exceto a da híbrida a diesel, que é de 240 km/l.

A Mercedes diz que conseguiu reduzir o consumo de combustível da categoria de 150 kW de potência quase pela metade, chegando a 4,4 litros por 100 km, por exemplo. E o coeficiente de arrasto do novo Classe S (cd = 0,24) é menor que o da versão anterior. A versão S 300 BlueTec Hybrid conta com coeficiente de 0,23, graças a medidas de otimização aerodinâmica adicionais.

[FOTO3] 

 

 

 

 

 

 

Inovação

A montadora afirma ainda que o novo Classe S é o primeiro carro do mundo capaz de detectar ondulações no piso à sua frente. Há um scanner de superfície da estrada que, por meio de câmera, pode detectar alguma irregularidade no piso. Automaticamente, um sistema batizado de Magic Body Control adequa a suspensão para aquela situação. Essa suspensão é oferecida como opcional para os modelos com oito cilindros.

Entre os recursos eletrônicos disponíveis no modelo estão Distronic Plus, que segue veículos em engarrafamentos automaticamente, e um sistema que amplifica a força aplicada pelo motorista no pedal do freio conforme a necessidade, ao detectar o tráfego transversal e também os pedestres.

"Em vez de um compromisso entre segurança e estética, potência e eficiência, conforto ou dinamismo, nosso desejo foi alcançar 'o melhor ou nada' em todos os aspectos. Nenhum outro carro representa esta promessa da marca Mercedes-Benz melhor do que o Classe S", diz Dieter Zetsche, presidente do Conselho de Direção da Daimler e CEO da Mercedes, no comunicado da marca.

Visual

A grade do radiador agora é maior, mais vertical. As superfícies e linhas positivamente acentuadas na lateral dão formato ligeiramente inclinado que traz vantagens aerodinâmicas. Lanternas traseiras foram reestilizadas e estão incorporadas à carroceria do carro.

Segundo a Mercedes, quase 500 LEDs iluminam a estrada, o veículo, o interior e o porta-malas. Para conforto dos usuários da estrada que trafegam atrás, a intensidade das lanternas traseiras é reduzida durante a noite ou quando o carro para nos semáforos.

No painel, o sistema multimídia é centralizado em dois displays coloridos de alta resolução na proporção 8:3 polegadas, com uma tela com diagonal de 30,7 cm. O primeiro faz as vezes do painel de instrumentos. O display central comanda funções de comunicação, entretenimento e conforto.

[FOTO4] 

 

 

 

 

 

 

Conforto

A Mercedes diz que o foco do desenvolvimento foi o sedã com longa distância entre-eixos, que permite mais espaço no banco de trás. Essa distância é de 3,16 m; o comprimento toal chefa a 5,24 m, a largura é de 1,89 m e a altura, de 1,48 m.

A preocupação com o espaço no banco de trás se deve ao fato de o Classe S ser o líder do portfólio de carros da marca na Ásia, onde é utilizado por executivos com motorista particular.

Assim, agora há 12 milímetros a mais de espaço para a cabeça, 14 mm a mais para os ombros e mais espaço para os cotovelos na frente. Também houve ganho de 14 mm no espaço para os joelhos atrás e o espaço para os ombros na traseira aumentou 9 mm, descreve a montadora.

Na versão com entre-eixos mais curto, essa medida é de 3,03 m e o comprimento do carro chega a 5,11 m. As demais medidas se mantêm nas duas versões.

Leia outras notícias de carros e motos no O POVO Online

Redação O POVO Online

TAGS