PUBLICIDADE
Notícias

Irlanda diz que está refinanciando dívidas bancárias

03:07 | 26/03/2013
O ministério das Finanças da Irlanda insistiu nesta segunda-feira que o país ainda está em curso para refinanciar uma grande parte das dívidas que possui com as autoridades da zona do euro, apesar dos comentários do chefe do Eurogrupo que pareceu ter questionado se os fundos de resgate seriam usados para ajudar bancos no futuro.

O ministro das Finanças holandês, Jeroen Dijsselbloem, que dirige o Eurogrupo, pareceu ter questionado se o Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM, na sigla em inglês), seria automaticamente usado para resgatar os bancos de nações problemáticas da zona do euro quando ele finalmente começar a trabalhar nos próximos anos.

No entanto, o ministério das Finanças irlandês disse que a Irlanda observou que a decisão de líderes da zona do euro no dia 29 de junho do ano passado "quebrava as ligações entre os bancos e a soberania" e que o progresso em direção a garantir a recapitalização retrospectiva dos bancos irlandeses continua.

"Vamos continuar a trabalhar com nossos parceiros europeus para garantir que a Irlanda esteja em uma posição de aproveitar as novas ferramentas de recapitalização que estão sendo desenvolvidas", disse o ministério em um comunicado.

Segundo o governo irlandês, a França e a Alemanha reconheceram que as enormes somas que a Irlanda injetou em seus credores quebrados ao longo dos últimos cinco anos torna o país um caso especial.

No mês passado, o governo fechou um acordo com o Banco Central Europeu para refinanciar uma grande parte dos 64 bilhões de euros (US$ 83,1 bilhões) que a Irlanda injetou em seus credores desde o início de sua crise em 2008. Esse negócio ajudou a baixar os rendimentos dos títulos irlandeses bruscamente, e havia aumentado as perspectivas de que a Irlanda conseguiria sair de seu programa de resgate no final deste ano conforme programado, disseram analistas. As informações são da Dow Jones.

TAGS