PUBLICIDADE
Notícias

Van Rompuy: Dijsselbloem terá apoio do Eurogrupo

00:50 | 22/01/2013
O presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, disse ontem que está confiante de que o novo chefe do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, iria desfrutar de todo o apoio dos colegas, apesar de seu fracasso em obter o apoio da Espanha. Para ele, Dijsselbloem, que é o atual ministro das Finanças da Holanda, foi a "escolha certa".

Dijsselbloem afirmou não saber por que o ministro das Finanças espanhol, Luis de Guindos, não o apoiou para substituir Jean-Claude Juncker na presidência do grupo de ministros de Finanças da zona do euro. Mas ressaltou que havia sido avisado dessa possibilidade por Guindos durante sua visita anterior a Madri. "A rejeição da Espanha não está relacionada com a Holanda ou a mim como pessoa", disse Dijsselbloem, na saída da reunião de ministros das Finanças, em Bruxelas.

Questionado se a rejeição poderia ser porque ele representa um país nórdico, Dijsselbloem afirmou que era hora de deixar para trás este tipo de distinção. "Eu vou pessoalmente tentar construir pontes entre o Norte e o Sul, os triplos A e os não-triplos A", disse, numa referência às nações, como a Holanda, que têm uma classificação de crédito de alto nível. As informações são da Dow Jones.

TAGS