PUBLICIDADE
Notícias

Trabalhadores fecham acordo com GM em São José

10:52 | 28/01/2013
Os metalúrgicos do primeiro turno da unidade de produção do Classic da General Motors (GM) em São José dos Campos (SP) aprovaram, em assembleia na madrugada desta segunda-feira a proposta para evitar quase 1.600 demissões na planta do complexo industrial da cidade paulista. Uma nova assembleia com os trabalhadores do turno da tarde deve ratificar o acordo, segundo informações do sindicato dos metalúrgicos.

Pela proposta, a produção do veículo e os empregos de 750 dos trabalhadores da linha de montagem foram garantidos até dezembro. A suspensão dos contratos de trabalho (lay off) de 800 trabalhadores, que encerraria no sábado (26), foi mantida por mais dois meses. Após esse período, se a empresa demitir terá que pagar multa de três salários e se o trabalhador optar sair receberá cinco salários, além dos direitos trabalhistas.

Além disso, houve a flexibilização na jornada de trabalho dos metalúrgicos e nos salários de novos operários. Já a GM prometeu investimentos de R$ 500 milhões nas unidades de motores e transmissões, de produção da Nova S10 e da Trailblazer e de estamparia, até 2017, no complexo industrial de São José dos Campos.

TAGS