PUBLICIDADE
Notícias

Receita autua empresa de Eike por tributos atrasados

12:10 | 08/01/2013
A Receita Federal autuou a MMX, mineradora do empresário Eike Batista, cobrando quase R$ 3,8 bilhões por Imposto de Renda e Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) referentes a 2007 que não teriam sido recolhidos.

A MMX disse considerar "totalmente improcedentes as autuações recebidas" e acreditar que elas serão rejeitadas. A ação contra a mineradora foi tornada pública nesta terça-feira, 8.

Ao todo, a Receita está cobrando um total de R$ 6,4 bilhões de quatro grandes empresas listadas na Bovespa, em autuações realizadas em menos de um mês no momento em que o governo se esforça para fechar as contas diante de uma arrecadação inferior à inicialmente prevista.

A economia mais fraca tem pesado sobre a arrecadação de tributos pelo governo, além das desonerações adotadas para estimular a atividade e melhorar o Produto Interno Bruto (PIB). As informações são da agência Reuters.

Redação O POVO Online

TAGS