PUBLICIDADE
Notícias

Previdência do setor rural tem pior resultado desde 2001

16:59 | 30/01/2013
O resultado previdenciário do setor rural em 2012 foi o pior, em contrapartida, o saldo final do setor urbano foi o melhor da série histórica iniciada em 2001. A informação foi prestada na tarde desta quarta-feira pelo secretário de Políticas de Previdência Social, Leonardo Rolim ao comentar a divulgação dos dados. A piora do campo, segundo o secretário, ocorreu devido ao aumento real de cerca de 7% do salário mínimo no ano passado. A maioria dos beneficiados rurais recebe esse valor de remuneração.

As despesas com esse grupo de beneficiários somou R$ 73,273 bilhões em 2012, um crescimento de 9,8% sobre 2011. No geral, o resultado da previdência rural ficou negativo em R$ 67,337 bilhões no ano passado, uma alta de 10,6% em relação a 2011, quando o déficit foi de R$ 60,900 bilhões. Estes dados são corrigidos pelo INPC.

No caso do setor urbano, o superávit ficou em R$ 25,044 bilhões no ano passado, um aumento de 13,4% em relação a 2011, quando fechou em R$ 22,094 bilhões.

TAGS