PUBLICIDADE
Notícias

Japão: BoJ adota meta de inflação de 2%

03:01 | 22/01/2013
O Banco do Japão (BoJ) decidiu hoje adotar uma meta de inflação de 2% e promover um maior afrouxamento da política monetária, após uma forte campanha do primeiro-ministro Shinzo Abe que instou o banco central a intensificar os seus esforços para derrotar a deflação.

Por 7 votos a 2, o conselho monetário do BoJ aprovou, ao final de sua reunião de dois dias, a nova meta inflacionária de 2% em substituição à atual meta de 1%, que Abe havia criticado como um compromisso muito fraco do banco central japonês.

"O banco define a meta de estabilidade de preços em 2% em termos de taxa anual no índice de preços ao consumidor", disseram o BoJ e o governo, em comunicado conjunto, no qual anunciaram a determinação de acabar com a queda dos preços.

O BoJ também decidiu perseguir o afrouxamento monetário "open-ended", comprometendo-se a continuar com a compra de ativos financeiros, desde que considerados necessários, sem fixar qualquer prazo. Anteriormente, as compras de ativos tinham como prazo terminar no final deste ano.

Esta foi a primeira vez, em mais de nove anos e meio, que o BoJ adotou medidas de flexibilização em duas reuniões de diretoria consecutivas.

Conforme o esperado, o banco central deixou a sua taxa de juros inalterada em uma faixa entre 0% e 0,1%. As informações são da Dow Jones.

TAGS