PUBLICIDADE
Notícias

Inadimplência cai 6,67% no Sudeste, diz TeleCheque

17:37 | 28/01/2013
A inadimplência gerada por transações com cheques na região Sudeste caiu 9,16% em dezembro ante novembro do ano passado, informou a TeleCheque. Na comparação com dezembro de 2011, a queda foi de 6,67%.

No último mês de 2012, a proporção de inadimplência sobre o total de cheques chegou a 2,38%. Em novembro, a proporção era de 2,62% e em dezembro de 2011 os cheques inadimplentes respondiam por 2,55% do total.

A maior causa da inadimplência em dezembro foi a falta de fundos, que respondeu por 74,5% dos cheques não liquidados no mês. Os demais motivos que geraram inadimplência foram cheques sustados (9,7%), roubados ou furtados (2,5%), fraudados (3,4%) e outros motivos (9,7%).

De acordo com a Telecheque, o valor médio dos cheques utilizados nas compras no Sudeste subiu 18,37% na comparação de dezembro de 2011 com o mesmo mês de 2012, passando de R$ 298,68 para R$ 353,55. Na comparação com novembro, quando o valor médio era de R$ 344,17, a alta foi de 2,73%.

A lista das regiões do País com maior índice de inadimplência em cheques foi liderada pelo Norte, que registrou 3,23% de inadimplência. Na sequência, vêm o Nordeste (2,84%), o Centro-Oeste (2,50%), o Sudeste (2,38%) e o Sul (1,76%).

TAGS