PUBLICIDADE
Notícias

Fluxo de veículos em estradas pedagiadas recuou 0,8%

11:04 | 10/01/2013
O fluxo de veículos pelas estradas pedagiadas brasileiras recuou 0,8% em dezembro em relação a novembro na série com ajuste sazonal, segundo o Índice ABCR, calculado pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) e a Tendências Consultoria Integrada, e divulgado nesta quinta-feira. Pela mesma base de comparação, o movimento de veículos leves pelas praças de pedágios no mês passado caiu 0,2%, enquanto a circulação de veículos pesados cedeu 3,6%.

Segundo Rafael Bacciotti, economista da Tendências, o resultado geral do Índice ABCR de dezembro sinaliza uma fraca recuperação e aponta para um possível número ruim da indústria no último mês de 2012. "O resultado dos leves está ancorado no crescimento do emprego e da renda, mesmo em uma economia andando de lado, com a produção industrial em queda", informou. "Os números da indústria oscilam mês a mês, o que evidencia uma recuperação lenta, centrada na produção de bens duráveis", completou, o economista por meio de nota.

Em comparação a dezembro de 2011, a circulação de veículos pelas estradas pedagiadas brasileiras cresceu 3,2% em dezembro de 2012, segundo o Índice ABCR. Na mesma base de comparação, o fluxo de veículos leves avançou 5,2% e o fluxo de veículos pesados caiu 3,1%.

Acumulado

O fluxo total acumulado cresceu 4,6%, segundo o Índice ABCR. De acordo com o levantamento, em dezembro, o fluxo de veículos leves subiu 5,5% e o dos pesados avançou de 2,2%. Segundo avaliação de Rafael Baciotti, economista da Tendências, o crescimento menor no fluxo de veículos pesados sobre o de leves no ano passado ocorreu por causa da queda na produção industrial em 2012. "Mas as importações cresceram ao longo do ano e o setor de agropecuária mostrou alguma recuperação no segundo e terceiro trimestres, o que justifica o aumento do tráfego nas estradas, embora não tão expressivo", justificou, em nota, Baciotti.

TAGS