PUBLICIDADE
Notícias

Fiesp rebaixa projeção para o INA em 2013

12:43 | 31/01/2013
A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) revisou sua projeção para o Indicador do Nível de Atividade (INA) de 2013 de 3,9% para 2,3%. O rebaixamento foi causado pelo mau desempenho da atividade industrial nos meses de novembro e dezembro, que geraram um carregamento estatístico menor que o esperado.

"A previsão do INA para 2013 teve de cair, com a perda de vitalidade ocorrida em 2012", disse o diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon), Paulo Francini. A instituição acreditava que o carregamento estatístico para o ano de 2013 seria superior a 2%. Entretanto, o ano de 2013 carrega apenas 1,3% do ano anterior.

Nos últimos três meses do ano passado a esperada recuperação da indústria não veio, segundo a Fiesp. Os dados do INA de outubro, na comparação com setembro, na série com ajuste sazonal, foram revisados pela instituição de 0,6% para 0,3%. Além disso, os meses de novembro e dezembro registraram queda nos níveis de atividade, em relação aos meses imediatamente anteriores. De outubro para novembro, o recuo foi de 0,8%, enquanto em dezembro a variação negativa foi de 0,3%. Os resultados fizeram com que o INA de 2012 terminasse com queda de 4,5%, pior que a previsão da Fiesp, feita em outubro, de recuo 4,1%.

"Percebe-se uma tentativa de recuperação que depois se frustra", afirmou Francini. Ele disse ainda que há expectativa de um 2013 melhor do que o ano passado, porém os sinais de recuperação ainda não são claros. "Talvez a notícia (boa) que temos é a melhoria no volume de consultas para novos investimentos, apontada pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social)", completou o economista da Fiesp.

TAGS