PUBLICIDADE
Notícias

Desoneração da folha de pagamento do INSS custará R$ 16 bi ao Tesouro

Valor será repassado ao INSS para compensar perda da contribuição de 20% sobre a folha de salários de alguns setores

09:10 | 24/01/2013
O impacto da desoneração da folha de pagamentos nas contas previdenciárias será de R$ 16 bilhões neste ano. O número equivale a quase 40% do déficit de R$ 40,5 bilhões em 2012, ano em que a Previdência deixou de arrecadar R$ 1,8 bilhão com desonerações setoriais, feitas pelo governo para tentar estimular a economia.

As empresas deixam de pagar os 20% de contribuição sobre a folha de salários, em troca de uma alíquota de 1% a 2% sobre o faturamento bruto.

O custo previsto desse incentivo em 2013 ultrapassa o previsto pelo governo em setembro (R$ 13 bilhões).

Quinze setores foram desonerados em 2012, 25 começaram a ser beneficiados em 1º de janeiro e mais dois entrarão na medida em abril.

Embora declare preocupação com o deficit previdenciário, Garibaldi espera que a medida não impacte diretamente os cofres da Previdência, já que o Tesouro cobre a diferença na arrecadação - o primeiro repasse, de R$ 1,8 bilhão, foi em dezembro. As informações são da Folha de São Paulo.

Redação O POVO Online

TAGS