PUBLICIDADE
Notícias

Anfavea prevê aumento de até 4,5% no mercado de automóveis

De acordo com o órgão, a redução do IPI sobre os veículos provocou um aumento de 30,6% na média diária de vendas no segundo semestre na comparação com o primeiro

17:55 | 07/01/2013
NULL
NULL
Apesar de ter fechado o ano com a produção em baixa, A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) prevê aumento de 3,5% a 4,5% no mercado de veículos em 2013. De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira, 7, na capital paulista, a produção de automóveis caiu 1,9%, com 3.342.617 novas unidades saindo das montadoras, enquanto em 2011 esse número chegou a 3.407.861.

Segundo o vice-presidente da Anfavea, Luiz Moan Yabiku Júnior, a queda na produção está ligada ao fato de que os cinco primeiros meses do ano foram muito desfavoráveis para o setor, com queda de quase 5% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Yabiku ressaltou que a redução do IPI sobre os veículos provocou um aumento de 30,6% na média diária de vendas no segundo semestre na comparação com o primeiro. Para ele, mesmo com a volta da cobrança do imposto, o mercado deve continuar aquecido.

Em relação ao ano de 2012, os dados mostram que a venda de veículos cresceu 4,6% no ano de 2012, chegando a 3.802.071 unidades, ante 3.633.248 vendidas em 2011. Já as exportações também registraram queda de 20,1%. Em 2012, foram comercializadas no mercado externo 442.075 unidades, contra 553.334 no ano anterior.

Para Yabiku, a expectativa é de que haja um equilíbrio entre o mercado de carros novos e seminovos, porque as lojas de carros usados têm todos os mecanismos para comercializar esses veículos, além de os bancos terem disponibilidade para crédito. Com informações da Agência Brasil.

Redação O POVO Online.

TAGS