PUBLICIDADE
Notícias

Cresce intenção dos paulistanos de comprar roupas

13:13 | 03/10/2012
Os paulistanos demonstraram maior disposição para comprar roupas e calçados no último trimestre deste ano em relação a expectativa para o terceiro trimestre, de acordo com levantamento do Programa de Administração do Varejo (Provar) da Fundação Instituto de Pesquisa (FIA) divulgado nesta quarta-feira. Segundo a pesquisa com 500 consumidores da cidade de São Paulo, os artigos de Vestuário/Calçados estão no topo da lista de intenção de compras para o quarto trimestre de 2012, com 26,6% das indicações. O grupo ficou na frente de Viagens (12,4%), Informática (10,8%), Móveis (9,4%) e Eletroeletrônicos (8,6%).

No terceiro trimestre, a intenção de compra Vestuário/Calçados era de 22,8%. O Provar/FIA não apresentou comparação com o quarto trimestre de 2011. No trimestre passado, a intenção de compra de Viagens era 9,4%, enquanto Informática teve 8,2% das intenções, Móveis 8,6% e Eletroeletrônicos 3,0%.

De acordo com Claudio Felisoni de Angelo, presidente do conselho do Provar/FIA, o último trimestre concentra datas como Dia das Crianças e Natal, que contribuem com o crescimento das vendas no período. O índice geral de intenção de compras subiu 2,2 pontos percentuais do terceiro para o quarto trimestre deste ano, passando de 53,8% para 56%.

Em relação 2011, entretanto, índice geral de consumidores que pretendem efetuar compra de bens duráveis no quarto trimestre de 2012 recuou de 78% (o maior da série histórica iniciada em 1999) para 56%, o que representa uma queda de 22 pontos porcentuais em relação a igual período do ano passado. "Essa forte queda se deve a alta base de comparação devido ao forte otimismo da população com relação a economia no ano passado e também ao aumento do comprometimento da renda", explicou o presidente do conselho do Provar/FIA.

TAGS