PUBLICIDADE
Notícias

Schäeuble critica debate público sobre compra de bônus

13:20 | 16/09/2012
O ministro de finanças da Alemanha, Wolfgang Schäeuble, fez uma crítica cautelosa sobre o debate público acerca do esquema de compra de bônus anunciado pelo Banco Central Europeu (BCE), de acordo com reportagem publicada neste domingo pelo jornal alemão Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung. O integrante do conselho de administração do BCE Jens Weidmann, que também preside o banco central alemão (Bundesbank), tem deixado claro publicamente que é contra o programa. O presidente do BCE, Mario Draghi, por sua vez, já admitiu a dissidência de Weidmann.

"Não estou certo de que fortalece a confiança no banco central se este debate for conduzido meio publicamente", declarou Schäeuble. "O público está profundamente inseguro e os bancos centrais são instituições em que as pessoas têm confiança fundamental." No entanto, Schäeuble se recusou a comentar a discussão específica dentro do BCE.

O BCE propôs comprar quantidades ilimitadas de bônus soberanos com vencimento de até três anos de países que passam por dificuldades financeiras e aderiram às condições do Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM, na sigla em inglês) ou à Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, em inglês). Schäeuble defendeu o plano do BCE, observando que as compras de bônus só serão feitas como forma de garantir a transmissão da política monetária e, em outras palavras, conter a volatilidade exagerada dos mercados. As informações são da Dow Jones.

TAGS