PUBLICIDADE
Notícias

Centro de Eventos recebe nova visita de representantes do governo e diretor do Banco Mundial

O diretor do Banco Mundial no Brasil, Makhtar Diop, visitou o Centro de Eventos do Ceará. Acompanhado do governador Cid Gomes e do secretário Bismarck Mais, ele destacou que a obra tem um padrão internacional

20:24 | 17/03/2012

De acordo com o secretário do turismo do Ceará, Bismarck Maia, o Centro trará para o estado um turista mais qualificado. “Se tivermos 1 milhão de turistas a mais e cada um deles gastar R$ 250, são R$ 250 milhões na economia”, contabiliza Maia.

 

Sobre a obra, o governador Cid Gomes diz que ela é complexa, principalmente na parte elétrica, e destaca que o consumo de energia equivale ao de uma população de 10 a 15 mil habitantes. “As subestações estão sendo feitas em Santa Catarina. Em maio devemos testar tudo e, em junho,  devemos inaugurar com uma grande atração internacional, que ainda estamos vendo, mas ainda não temos um nome fechado”, avisa o governador.

 

De acordo com ele, foi apresentada à Fifa a possibilidade dos sorteios dos jogos serem realizados no próprio Centro. “O Rio de Janeiro já sediou o sorteio das eliminatórias da Copa, São Paulo vai sediar o sorteio da Copa das Confederações”, comenta.

 

O novo empreendimento do Estado representa um investimento total de R$ 600 milhões. O montante é referente ao preço do terreno, obra física do Centro, e ainda aos quatro túneis que estão sendo construídos para acesso. O complexo tinha previsão para ser entregue em dezembro do ano passado, mas as greves da construção civil e atrasos em licitações foram os motivos para a não conclusão no período estabelecido.

 

 

Redação O POVO Online

 

TAGS