PUBLICIDADE
Notícias

Mantega defende ampliação de recursos do FMI

20:01 | 26/02/2012
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje que é a favor do aumento do poder de fogo do Fundo Monetário Internacional (FMI), mas não pensando apenas nas nações europeias. "Mas também o conjunto de países emergentes que pode sofrer alguma consequência do fato de a economia mundial não estar no nível adequado e haver a preocupação de que ocorra desaceleração. Temos de nos precaver", afirmou a jornalistas, na saída do hotel na Cidade do México, antes de embarcar de volta para o Brasil.

O ministro repetiu que o Brasil só apoia esse aumento de aporte caso a Europa também libere mais recursos e que a reforma de cotas no FMI seja levada adiante. E se mostrou novamente mais otimista em relação à economia mundial. "A economia mundial está muito mais sólida hoje a partir dos esforços onde todos ajudaram, embora não tenhamos equacionado todos os problemas", disse.

Segundo ele, houve um aumento da confiança nos mercados de que o pior não vai acontecer. "Os bancos estão mais capitalizados, têm mais recursos. No lado financeiro (europeu) há uma série de pontos a avançar. Não há interbancário funcionando ainda. Começam agora a surgir recursos de volta dos Estados Unidos. Os hedge funds começam a colocar recursos de volta. Ou seja, houve aumento de confiança de que o pior não vai acontecer e de que estamos na rota adequada", afirmou. (

TAGS