PUBLICIDADE
Curiosidades
NOTÍCIA

Hoje é o dia mais triste do ano, o 'Blue Monday'; saiba como lidar com a data

Segundo estudo, a terceira segunda-feira de janeiro é o dia mais triste do ano por causa de fatores como as dívidas acumuladas e a estação do ano

11:05 | 20/01/2020
Blue Monday é o dia mais triste do ano
Blue Monday é o dia mais triste do ano (Foto: reprodução redes sociais)

A segunda-feira não costuma ser um dia tão feliz para muitos, mas esta segunda-feira, 20, carrega um estigma ainda pior. Isso porque a terceira segunda-feira do ano, conhecida por “Blue Monday” ("segunda-feira azul", em português) é considerada o dia mais triste do ano. Um estudo do psicólogo Cliff Arnall, da Universidade de Cardiff, no País de Gales, apontou que as dívidas acumuladas no fim do ano e o clima, por exemplo, contribuiriam para o sentimento de infelicidade durante a data.

O especialista chegou à conclusão sobre o dia mais triste do ano em 2005 após resolver uma equação matemática que analisa a estação do ano, as dívidas realizadas no Natal e a queda da motivação. O cálculo é bem complicado e fica da seguinte forma:

[W%2b(D-d)]xTQ/MxNA] 

Na fórmula, "W" é o clima, "D" é a dívida, "d" o salário mensal, "T" o tempo desde o Natal, "M" o baixo nível motivacional e "NA" a necessidade de tomar medidas. Assim, as contas do fim (e do começo) do ano se acumulando, a ausência do clima de Natal, de Ano Novo e da família reunida, o retorno ao trabalho - observando alguns colegas curtindo as férias pelas redes sociais - fazem parte da série de motivos para a existência do Blue Monday.

Em relação à estação do ano, para os habitantes do hemisfério Norte, o frio congelante dos dias nublados é uma variável importante para o descontentamento. Para os moradores do Sul do mundo, sol e calor podem ser um tanto excessivos nessa época e também gerar desconforto.

Dicas para passar pelo dia mais triste do ano

Se estiver se sentindo meio para baixo no dia de hoje, é importante conferir algumas sugestões do Ministério da Saúde para cuidar da sua mente e não deixar os efeitos do Blue Monday afetarem tanto seu dia:

- Não se isole. Procure família e amigos e compartilhe suas angústias;

- Vá ao médico. Mantenha suas consultas médicas regulares e compartilhe com os profissionais caso sinta melancolia ou sintomas depressivos;

- Mantenha o tratamento. Caso o profissional da saúde tenha prescrito uma medicação e um tratamento, faça o acompanhamento adequado;

- Faça exercícios físicos. Os benefícios da prática de esportes e outros exercícios estão comprovados na saúde mental;

- Alimente-se bem. Tenha uma dieta regrada, e reduza o consumo de alimentos industrializados ou ultra processados. Prefira sempre os mais naturais;

- Durma bem. Favoreça, sempre que possível, as oito horas de sono. Ter boas noites de sono colaboram com a saúde mental;

- Mantenha o intelecto ativo. Leia livros, aprenda um novo idioma, pratique um hobby novo.

- Sempre converse. Caso precise, entre em contato com os voluntários do Centro de Valorização da Vida (CVV). Os atendimentos são gratuitos, sob total sigilo, e podem ser feitos via telefone, e-mail, chat e voip 24 horas, todos os dias. Em parceria com o SUS, a ligação pode ser feita por meio do número 188, em todo o Brasil, seja por linha fixa ou celular. Acesse www.cvv.org.br para o chat.

com informações da Tribuna do Pará e ANSA