PUBLICIDADE
Curiosidades
relacionamento

Pesquisa diz que casais que se "zoam" e fazem brincadeiras são mais felizes

13:02 | 20/10/2018

(Foto: Reprodução)

 

Bom humor e leveza é uma das chaves para se ter um relacionamento mais feliz. Pelo menos é o que aponta a pesquisa da Universidade Luterana de Halle-Wittenberg, na Alemanha, que foi publicada no Journal of Research in Personality. Conforme o estudo, a "zoação" dentro do relacionamento, quando feita pelo casal, possibilita que eles tenham maior facilidade para rirem de si e, assim, serem mais felizes no dia a dia.

 

Em um comunicado, o professor da universidade René Proyer afirmou que as pessoas estão, cada vez mais, buscando parceiros bem-humorados e que gostam de rir. Os pesquisadores, inclusive, concluíram que casais parecidos geralmente conversam mais no cotidiano do que aqueles que são menos parecidos. "Descobrimos que os parceiros são muitas vezes semelhantes em relação às suas características individuais e também seus perfis", disse o coautor da pesquisa, Kay Brauner.

 

Por sua vez, os cientistas descobriram que pessoas que apresentam dificuldades ao serem ridicularizadas não confiam muito em seus parceiros e tendem a ter menor quantidade de informações para trocar diariamente com eles. Houve, inclusive, relatos de alguns indivíduos - principalmente homens -, que revelaram insatisfação na vida sexual quando a cônjuge não aceita ser "zoada".

 

Caso um parceiro goste de tirar sarro e o outro não se sente confortável com a situação, o relacionamento pode ter problemas. Entretanto, quando ambos curtem, ou não, a “zoação” - e há sintonia entre o casal -, a relação tem mais chance de dar certo. O estudo foi feito com 154 casais heterossexuais da Alemanha. As informações da Revista Galileu.

 

 

 

 

 

                                                                                                     Redação O POVO Online