PUBLICIDADE
Curiosidades
"Júpiter quente"

Astrônomos brasileiros descobrem planeta do tamanho de Saturno

Para os astrônomos, o planeta descoberto está muito próximo de sua estrela, conseguindo realizar uma órbita ao seu redor em pouco menos sete dias

22:28 | 04/09/2017

Apesar de ser do tamanho de Saturno, representado na foto, o "Júpiter quente" tem metade de sua massa e baixa densidade (Foto: Divulgação)

Uma equipe de astrônomos brasileiros descobriu um planeta do tamanho de Saturno - segundo maior planeta do Sistema Solar. Ele está próximo a uma estrela localizada na constelação de Monoceros, a 1,2 mil anos-luz da Terra.

O grupo conseguiu detectar o planeta graças a um algoritimo que verifica dados do observatório espacial europeu Corot, criado pelo brasileiro Rodrigo Bonfleur. A invenção faz parte de seu doutorado no Observatório Nacional. Bonfleur defendeu sua tese na instituição na última segunda-feira. 

Chamado de "Júpiter quente", o exoplaneta é um gigante gasoso que, embora seja do tamanho de Saturno, tem metade de sua massa e baixa densidade.

Para os astrônomos, o planeta descoberto está muito próximo de sua estrela, conseguindo realizar uma órbita ao seu redor em pouco menos sete dias. A situação do planeta é conhecida por "armadilha de maré", em que um lado do planeta fica completamente voltado para a estrela, do mesmo modo da Lua em relação à Terra.

Por consequência dessa posição, a temperatura do lado do planeta que fica de frente para a estrela passa dos 1,1 mil graus Celsius. Os ventos que passam por sua atmosfera atingem milhares de quilômetros por hora.

Redação O POVO Online