PUBLICIDADE
Notícias

LEDs são usados como cílios postiços brilhantes

O F.lashes consiste em duas tiras de LEDs do tamanho de cílios postiços que podem ser colados nas pálpebras com a mesma cola usada para esse propósito

15:30 | 30/06/2017
A imagem mostra um homem com pequenas luzes de LED coladas nas pálpebras como cílios postiços. Quando ele faz um movimento com a cabeças elas se acendem
A imagem mostra um homem com pequenas luzes de LED coladas nas pálpebras como cílios postiços. Quando ele faz um movimento com a cabeças elas se acendem

[FOTO1]

Imagine todos os visuais futuristas que já foram mostrados em filmes de ficção científica dos anos 1980 e 1990, com roupas prateadas, maquiagens extravagantes e outros apetrechos. Com isso em mente, será lançado um produto que é a cara desse futurismo: minúsculas lâmpadas de LED que são "vestidas" como cílios postiços.

O F.lashes (nome que é uma junção do plural de flash e cílios em inglês) consiste de duas tiras de LEDs do tamanho de cílios postiços que podem ser colados nas pálpebras com a mesma cola usada para esse propósito. Os LEDs vêm em várias cores e piscam em alguns padrões diferentes pré-programados.

Para fornecer energia para as pequenas lâmpadas, elas são conectadas por um frio fino e quase imperceptível que saem das lâmpadas, passam por de trás da orelha e vão até o controlador. Esse é fixado atrás da cabeça com um grampo de cabelo ou com um suporte que segura nas orelhas, para quem tem cabelo curto ou nenhum cabelo e não consegue usar o grampo. É nesse dispositivo que os fios se conectam e é nele que fica uma bateria de três volts, como a utilizada em relógios, que carrega o sistema.

[VIDEO1]

Dessa forma, quem estiver usando o F.lashes pode trocar o padrão da forma como as luzes do LED acendem e apagam com movimentos da cabeça e ao apertar um botão na plaquinha (veja a demonstração no vídeo acima). Os desenvolvedores dizem que a bateria dura quatro horas de uso contínuo. Toda a parte elétrica não oferece risco para quem usa, os fios não dão choque em contato com a pele, os LEDs não esquentam e não dão curto em contato com água.

O produto lançou a campanha de financiamento coletivo no dia 21 de junho de 2017 e no dia seguinte alcançou a meta de 40 mil dólares (pouco mais de 132 mil reais em conversão direta). A campanha ainda estará aberta até o dia 20 de julho. Essa é a oportunidade para poder adquirir o F.lashes e receber o produto assim que estiver disponível. A previsão de entrega é para janeiro de 2018. O pacote mais básico, que inclui o controlador e o par de LEDs, custa 40 dólares (132 reais em conversão direta) e os LEDs podem ser adquiridos nas cores branco, pink, vermelho, amarelo, verde, azul claro e escuro.

 

Redação O POVO Online

TAGS