PUBLICIDADE
Notícias

Piloto de helicóptero pousa próximo a um McDonald's para pegar um lanche

Não foi um pouso de emergência ou alguma outra ocorrência, ele teria descido em um campo aberto dentro de um parque para comprar um lanche

11:31 | 16/05/2017
Helicóptero decola de McDonald´s na Austrália após piloto buscar um lanche
Helicóptero decola de McDonald´s na Austrália após piloto buscar um lanche

[FOTO1]O piloto de um helicóptero pousou ao lado de uma lanchonete McDonald´s em Sydney, na Austrália, só para pegar um lanche e voltar para o veículo com o pacote. Não foi um pouso de emergência ou alguma outra ocorrência, ele apenas parou por volta das 16h20min (horário local) deste sábado, 13, em um campo aberto dentro de um parque próximo à lanchonete, segundo informações da rede de notícias australiana Nine News. Será que o ocorrido faz parte de alguma jogada de marketing?

 

Toda a ação foi filmada por uma pessoa que estava no local e registrou a cena quando ele voltava ao helicóptero. No vídeo, é possível observar quando o homem, que era o único passageiro, retornava da rede de fast-food com um pacote na mão. Algumas pessoas falavam no vídeo expressando a sua preocupação, pensando que se tratava de algum tipo de emergência. 

 

[VIDEO1]Um representante da Instituição de Segurança de Aviação Civil da Austrália disse que a ação não é ilegal se o piloto teve a permissão do dono do imóvel para o pouso. No entanto, disseram que estão investigando as imagens para tirarem conclusões sobre a segurança da manobra de pouso e decolagem do helicóptero.

 

Ainda não há informação sobre quem é o piloto. Uma estação de rádio local ofereceu mil dólares australianos para o piloto caso ele entrasse em contato com a emissora. O senhor então ligou para o estúdio e disse que seu nome era Dan. Ele ainda explicou que teve permissão para o pouso e declarou que "de vez em quando a gente faz esse tipo de coisa". O suposto piloto pediu para que o dinheiro fosse doado para uma instituição de caridade relacionada ao McDonald's. 

 

A rede de restaurantes chegou a se pronunciar sobre o ocorrido: "Todos os nossos consumidores são bem vindos em nossos restaurantes, desde que eles consigam chegar e ir embora em segurança".

 

Redação O POVO Online

TAGS