PUBLICIDADE
Notícias

Homem parou de trabalhar para caçar Pokémons

Tom Currie pediu demissão da cafeteria em que trabalhava para se dedicar ao jogo

11:00 | 15/07/2016
NULL
NULL

Tom Currie, de 24 anos, pediu demissão da cafeteria em que trabalhava na cidade de Auckland, Nova Zelândia, para se dedicar ao Pokémon Go, jogo que tem sido uma verdadeira febre entres seus adeptos.

O objetivo do homem é capturar um dos personagens, o “Pokémon Mewtwo”, para isso, o jogador decidiu sair do emprego e viajou pela Oceania por dois meses para caçar os animais fictícios, Tom já acumula um total de 700 pokémons capturados. "Peguei ônibus a Invercargill e depois voltei a Cape Reinga a fim de capturar Pokémons pelo caminho", disse em entrevista ao site News Hub.
[FOTO2]                                                                                    

 

Redação O POVO Online

TAGS