PUBLICIDADE
Notícias

Hackers do Anonymous colocam bandeiras gay em contas do EI

Além de incluir bandeiras gays nas publicações, os hackers se infiltraram em contas de simpatizantes do EI para publicar imagens pornográficas e mensagens relacionadas com movimentos gay

15:51 | 16/06/2016
NULL
NULL

Após o massacre em Orlando, integrantes do grupo de "hacktivistas" Anonymous realizaram um verdadeiro ataque informático às contas de Twitter ligadas ao Estado Islâmico. Avatares e contas ganharam as cores do arco-íris, além de slogans do movimento LGBT.

Além de incluir bandeiras gays nas publicações, os hackers se infiltraram em contas de simpatizantes do EI para publicar imagens pornográficas e mensagens relacionadas com movimentos gay, fortalecendo a luta contra o grupo terrorista. Alguns ativistas reclamam pela inexpressiva atuação das autoridades contra o ativismo do EI.
[FOTO2]
O usuário @WauchulaGhost revelou ao site Newsweek que se sentiu instigado a agir, após ter conhecimento do massacre na boate gay Pulse. "Eu fi-lo pelas vidas que se perderam em Orlando", frisou o usuário à publicação. "A perda de vidas inocentes não será tolerada", complementou. Ao Washington Post, ele afirmou ser fácil identificar imagens e ameaças de simpatizantes do grupo terrorista.

Ataque reivindicado

A agência de notícias Amaq, ligada ao Estado Islâmico, disse que um dos soldados do grupo extremista - Omar Mateen, vigilante americano de origem afegã - foi o responsável pelo ataque à boate gay Pulse em Orlando, que causou a morte de 50 pessoas e deixou 53 feridos.

Redação O POVO Online

TAGS