PUBLICIDADE
Notícias

Hoje é o Dia Nacional da Cachaça; veja curiosidades sobre a bebida

O Brasil produz mais de um bilhão de litros de cachaça por ano e exporta o destilado para mais de 60 países

10:38 | 13/09/2014
NULL
NULL

Aguardente, cana, pinga, parati, calibrina, água-de-cana, bico, branquinha são algumas das diferentes denominações dada à cachada, bebida tipicamente brasileira. Para celebrar a data da bebida popular, o Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), resolveu criar em 2009, durante a feira Expocachaça, em Belo Horizonte, o Dia Nacional da Cachaça.

De acordo com o presidente do Ibrac, Vicente Bastos, a data 13 de setembro foi escolhida, levando em conta um episódio ocorrido há mais de três séculos. Durante o século XVII, alguns fazendeiros e produtores do destilado se uniram para brigar contra a proibição de comercialização e produção da bebida imposta pela coroa portuguesa, resultando na Revolta da Cachaça.

O objetivo da coroa portuguesa era substituir a cachaça pela bagaceira, uma bebida típica europeia. Mas finalmente, no dia 13 de setembro de 1661, a fabricação e a venda da cachaça foram liberadas.

Em comemoração à data especial, segue uma lista com dez curiosidades sobre a bebida:

1 - Conforme registro do Guinness Book, o maior barril de cachaça do mundo tem oito metros de altura e capacidade para 374 mil litros e fica localizado no município de Maranguape, no Ceará;

2 - A cachaça foi identificada desde o início como símbolo da identidade brasileira. Pouco antes da Independência, o ato de não beber vinho foi tido como um esforço para garantir autonomia e liberdade do domínio português. A cachaça passou a simbolizar a nova nação e, segundo muitos, foi com ela que D. Pedro I fez questão de brindar a Independência;

3 - A temperatura e a umidade influenciam na qualidade da bebida. Bebidas envelhecidas em ambientes em que umidade relativa é próxima a 73%, apresentam aroma mais fino e agradável. Logo, é comum a construção de cascatas e valetas com água corrente para manter a umidade alta no recinto de envelhecimento;

4 - A Alemanha é um dos maiores importadores da cachaça do Brasil, seguidos pelos Estados Unidos. De janeiro a agosto deste ano, o país gastou cerca de R$ 5,67 milhões com a importação;

5 - A maior parte dos barris existentes no Brasil são provenientes da Escócia. Tais barris foram, anteriormente, utilizados para envelhecimento do uísque;

6 - O primeiro engenho de que se tem registro no Brasil foi montado em 1516, em Pernambuco, na Feitoria de Itamaracá;

7 - Acredita-se que a palavra cachaça tenha vindo de cachaza, nome espanhol dado ao vinho de borra;

8 - A cana-de-açúcar, uma planta da família das gramíneas, provavelmente surgiu no Sudeste Asiático, sendo levada posteriormente para Índia e Pérsia;

9 - A cachaça é o terceiro destilado mais consumido no mundo, aponta o Centro Brasileiro de Referência da Cachaça;

10 - No Brasil, o carvalho é bastante utilizado para o envelhecimento da cachaça. A madeira dos barris, entretanto, precisa ser importada da Europa e dos Estados Unidos.

Redação O POVO Online

TAGS